sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Mas só se for paraense pra entender o texto!




"Um dia eu tava buiado, pensei em ir lá em baixo comprar uns tamatás.

Tava numa murrinha, mas criei coragem, peguei o sacrabala e fui.

Chequei tarde só tinha peixe dispré. O maninho que estava vendendo

tinha uma teba de orelha do tamanho dum bonde. O gala-seca espirrou em

cima do tamatá do moço que tinha acabado de comprar, e no meu tembéim.

Ficou tudo cheio de bustela...Axiiiiiii, porcaria! Não é potoca, não.

O dono do tamatá muquiou o orelha-de-nós-todos, mas malinou mesmo.

Saí dalí e fui comer uma unha. Escolhi uma porruda! Égua, quase levei

o farelo depois. Me deu um piriri. Também...perece leso, comprar unha

no veropa. Comprei uns mexilhões, um cupu e um pirarucu, mto

fiiiiiirme, mas um pouco pitiú.

Fui pra parada esperar o busão. Lá tinha duas pipira varejeira fazendo

graça. Eu pensando com meus botões...ÊEEEE, ela já quer... Mas, veio

um Paar-Ceasa sequinho e elas entraram...Fiquei na roça, levei o

farelo. O sacrabala veio cheio e ainda começou a cair um toró,

égua-muleke-tédoidé, pense num bonde lotado. Eu disse: éguaaaaaaaa,

voimbora logo.

No sacrabala lotado, com o vidro fechado por causa da chuva, começa

aquele calor muito palha. Uma velha estava quase despombalecendo. Daí

o velho que tava com ela gritava arreda aí menino pra senhora sentar

aí do teu lado. O menino falou: Hmm, tá, cheiroso..


Esse é paraense mesmo....




3 comentários:

Prof.: JOSÉ CARLOS disse...

Vim conhecer seu espaço e gostei muito!Realmente seu trabalho é de grande valia para todos nós blogueiros e toda sociedade, Não sou Paraense, mas, me identifico com a culinária e a cultura popular da região norte no geral, adoro tacacá, tucupi, pirarucú de casaca, pupunha, cupuaçú e açaí, já morei na Amazônia,Parabéns. Obrigado por seguir meu Blog, fique a vontade para postar seus trabalhos nele.Namastê.
Obs: Me tornei seu seguidor.
Prof. José Carlos
http://projetosead.blogspot.com

Anônimo disse...

OH ROSINALDO,sou paraense de vila do carmo-cametá, logo entendi a sua mensagem. a gente coloca o sçsi no prtato, cuia ou tigela, coloca a farinha por cima, faz aquela praia e, comendo op camarão, mapará, etc vai, com a colher,comendo a farinha, depois a
gente coloca mais areia e vai fundo até secar o prato. antonio.barroso@hotmail.com

barroso disse...

Oh Rosinaldo, moro no rio de janeiro há 40 anos, mas não me esqueci de que a gente coloca o açaí na tigela, cuia ou prato, bota a farinha d´àgua por cima feito uma praia e, comendo o mapará,camarão, etc. vai, com a colher pelas beiradas, comendo a areia até acabar; depois, bota mais farinha e vai em frente. sou da vila do carmo

Açaí blogueiro

Égua! O Açaí agora vai ser mais blogueiro do que nunca, nosso principal canal para divulgação dessa turminha papa chibé. Venha ser Paid...